"Seo Chico das Bicicletas" é Cidadão Santista

Homenageado traduz parte da memória da Cidade.

Compartilhe!

1 curtiu

Homenagem partiu do vereador Reinaldo Martins

"Numa sociedade acostumada a reverenciar doutores, reis e príncipes ninguém se lembra de alguém que conserta bicicletas, trabalha numa fábrica, ergue um muro ou uma casa. Ninguém se lembra na verdade dos que constróem o mundo em que vivemos. Quem tem dinheiro pra comprar estas coisas são heróis da história, mas os que fazem as coisas são totalmente esquecidos das homenagens e esquecidos como cidadãos. Hoje a Câmara Municipal não vai esquecer estas pessoas tão importantes para nossa sociedade, como Francisco Massullo Greco."

Com estas palavras, o vereador Reinaldo Martins iniciou a homenagem da Câmara Municipal ao "Seu Chico das Bicicletas", personalidade que traduz parte da memória santista ao ser o mais antigo consertador de bicicletas na cidade, exercendo o ofício desde 1954. A solenidade aconteceu no dia 21 de setembro, no plenário Princesa Isabel, com a presença de parentes, amigos, representante da OAB  e dos vereadores Antonio Carlos Banha Joaquim e Fábio Nunes.

Reinaldo falou da ligação de Francisco Massulo com a própria história da bicicleta no Brasil e de Santos. "Nosso homenageado surge na cidade justamente no período em que a bicicleta começa a ganhar grande espaço no país. É curioso dizer, mas depois que terminou a Segunda Guerra, em 1945, estava sobrando dinheiro no Brasil. E com isso começou aqui um processo de importação em massa, desde roupas chiques, batons, perfumes, até de bicicletas.

Foi depois desse período e a partir dos anos 50 que o uso da bicicleta pelos trabalhadores tornou-se intenso. É nessa época que o Chico entra na nossa história, chegando de Manaus e já iniciando seu ofício, primeiro como empregado, depois, em 1958, estabelecendo seu próprio negócio na Rua Oswaldo Cócrane, o­nde está até hoje. Aliás, sendo o primeiro inquilino do senhor Edson Arantes do Nascimento, o Pelé", contou Reinaldo.

O vereador encerrou seu discurso, lendo um poema do dramaturgo alemão Bertold Brecht: Perguntas de um operário que lê. "Este poema traduz um pouco da homenagem que fazemos hoje.

Muito emocionado, "Seu Chico", agradeceu o título recebido e lembrou passagens da memória de seu trabalho e antigos clientes, como Esmeraldo Tarquínio, o ex-prefeito Justo, Athié, Armênio Mendes e Paulo Barbosa. "Esta homenagem é um grande presente de aniversário, um dos mais importantes que já recebi", disse Greco que completa 72 anos em outubro.

O vereador Antonio Carlos Banha Joaquim, que presidiu  a sessão solene, leu ainda uma mensagem enviada pela ex-prefeita Telma de Souza, congratulando-se com o homenageado e com Reinaldo, pela iniciativa, e diversos telegramas enviados por ilustres amigos e clientes do "Seu Chico". "Sem dúvida, esta homenagem tão bem proposta pelo vereador Reinaldo nos fez relembrar nosso passado, nossas origens", disse Banha.