Constantino denuncia agressões em escola

Problemas seriam por falta de inspetor de alunos

Compartilhe!

3 curtiram

Informando ter recebido denúncia de que a Escola Estadual João Otávio, no Morro do São Bento, está funcionando sem inspetor de alunos, o que tem ocasionado sérios problemas, inclusive agressões entre alunos, o vereador Manoel Constantino (PMDB) pediu urgentes providências à Secretaria Estadual da Educação e à Delegacia Regional de Ensino para que a situação seja regularizada, inclusive com a designação de funcionários para atuar em todos os períodos. Constantino disse que têm ocorrido agressões e ofensas entre os alunos tanto na entrada, quando na saída e nos intervalos das aulas.

Ele também pediu que a Diretoria da Escola realize ampla campanha, visando orientar pais e responsáveis sobre os procedimentos que serão adotados com a presença dos novos inspetores e solicitou que a Polícia Militar estude a possibilidade de enviar ronda escolar para acompanhar os horários de entrada e saída dos alunos.

Descontrole

De acordo com a denúncia recebida pelo vereador, há alunos que se organizam em grupos “para ofender, menosprezar e agredir outros estudantes, seja no intervalo das aulas, seja na entrada e na saída entre os períodos, num total descontrole para com a disciplina escolar”. Segundo as informações não haveria orientação nem punição aos agressores.

“Sem a presença do profissional para coibir tais abusos, este descontrole ocorre diariamente e não são tomadas providências por parte da escola, o que aumenta a revolta dos pais e responsáveis, que pedem providências enérgicas”, afirmou Constantino.

Gabinete do Vereador
Assessoria de Imprensa