CENEP pode catalizar desenvolvimento integrado do Porto, diz Fausto em seminário da Câmara

Superintendente fala da necessidade de requalificar 8 mil trabalhadores portuários.

Compartilhe!

Curtir

O Centro de Excelência Portuária (CENEP) pode ser o grande catalizador do desenvolvimento integrado do Porto de Santos. A afirmação é do superintendente do órgão, o ex-deputado estadual Fausto Figueira que abriu o segundo painel do Seminário O Porto da Minha Casa falando sobre os desafios do CENEP, na Associação Comercial de Santos, dia 25 de abril. Segundo Fausto Figueira, é preciso resgatar o papel do trabalhador na construção do Porto de Santos, papel este esquecido nas últimas décadas. Neste sentido, disse Fausto, o CENEP vai trabalhar pela atualização do trabalhador frente às novas tecnologias, caso contrário os problemas sociais se agravarão.
"Vivemos um momento extremamente rico na Baixada Santista, como o novo porto e a bacia de Santos. Temos a possibilidade de um custo econômico virtuoso. Mas se as prefeituras não estiverem atentas e não se organizarem, se nós não capacitarmos essa mão-de-obra, poderemos ter um crescimento econômico com graves problemas sociais", advertiu, lembrando que atualmente as projeções indicam que 8 mil trabalhadores portuários precisam ser requalificados.
Fausto ressaltou também a existência de uma triste herança, que demanda mudanças: "nós herdamos nos mesmo estário dois portos, um deles privado, com regras diferentes, o que é inaceitável, pois para um crescimento positivo e organizado precisamos de um projeto único, integrado". (acompanhe ainda os debates neste site)

Cometário durante Seminário realizado dia 25/04/08