O futuro de Santos passa pela Saúde

Câmara aprova Projeto de Lei de Constantino sobre Diabetes em crianças

Compartilhe!

2 curtiram

Criação do Programa de Prevenção, Controle e Educação do Diabetes entre as crianças matriculadas em creches e demais unidades de ensino da rede municipal, com posterior acompanhamento. Este é o foco do Projeto de Lei 20/2012 apresentado pelo vereador e atual presidente da Câmara Municipal de Santos, Manoel Constantino, e aprovado pelo Legislativo santista dia 23 de agosto.

No Projeto, Constantino também prevê a criação de cartilha informativa voltada às crianças sobre a doença e a formas de controlá-la através da ingestão de alimentos adequados e da prática de exercícios físicos.

Segundo Constantino, o  Projeto surgiu da divulgação, pelo Fórum Pan-Americano de Ação contra as Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), em maio deste ano, que a diabetes está crescendo no Brasil.

A doença ocorre em duas formas básicas: o tipo 1, que afeta  crianças e adolescentes e o tipo 2, mais comum, que atinge adultos. Em geral, esta segunda modalidade afeta pessoas com mais de 40 anos. Embora não haja estatísticas que revelem a incidência exata, nos últimos anos, os especialistas têm observado que a doença tem afetado cada vez mais, crianças e adolescentes.

Segundo especialistas, crianças com idades a partir de 10 anos já manifestaram diabetes do tipo 2. Embora esta doença seja decorrente de herança genética, a obesidade aumenta a resistência à insulina — o hormônio que abre as portas das células para a glicose entrar, ou seja, o açúcar sobra no sangue, dando origem ao diabetes.

A Educação em Diabetes faz-se necessária, pois o controle da doença será prejudicado se o paciente não for instruído sobre os princípios fundamentais de seu tratamento.

Não basta apenas aplicar insulina, é também preciso educar o paciente e suas famílias, tornando-os ativos e responsáveis pelo  tratamento e controle do diabetes, preservando-os de hospitalizações por complicações agudas como hipoglicemia (queda de açúcar no sangue) e hiperglicemia  (elevação de açúcar no sangue), o coma e as complicações decorrentes da doença.

As complicações crônicas estão ligadas à glicemia alta. O paciente pode ter retinopatia progressiva (infecção na retina, globo ocular, que pode levar a cegueira) e apresentar também uma lesão que se manifesta de forma gradativa no rim. Além de pressão elevada, dor e sensibilidade nos pontos periféricos.

Com a Cartilha, Constantino vê maior facilidade de se abordar o tema durante as reuniões de Associações de Pais e Mestres, ou em reuniões para tal finalidade, como forma de ampliar as informações a respeito da doença, a importância de atividades físicas e da reeducação alimentar.

 

Para saber mais sobre os trabalhos apresentados pelo vereador Manoel Constantino acesse o site da Câmara Municipal de Santos,
 www. camarasantos.sp.gov.br, link “Proposituras” ou acesse
www.manoelconstantino.com.br
e-mail: vereador@manoelconstantino.com.br
tels: (13) 3219-6341 - 3211-4164