Ainda a espera de concretização

Banco de Sangue do Cordão Umbilical

Compartilhe!

Curtir

Entre os temas que mais sensibilizam o vereador Manoel Constantino, atual presidente da Câmara Municipal de Santos, encontra-se os tratamentos para os pacientes com câncer. O Instituto Nacional do Câncer – INCA, faz uma estimativa, para o ano de 2012, 52.680 casos novos de CA de Mama; 60.180 para CA de Próstata, para citar o exemplos dois tipos de tumores que mais afetam os brasileiros.

Em 2010, Constantino apresentou Projeto de Lei no. 149/2010 para criação de Programa Permanente de Divulgação e Conscientização da Doação do Cordão Umbilical e Placenta. No ano seguinte, outro Projeto de Lei no. 2153/2011 solicitava a criação do Banco de Sangue Municipal do Cordão Umbilical.

Para Constantino, o que mais lhe chamou a atenção ao insistir para  a criação do BSM de Cordão Umbilical , "é que apenas crianças e adultos de até 50 kg podem receber este tipo de tratamento. Só quem vive a experiência de um diagnóstico de câncer na família, em especial em criança e adolescente, com toda a expectativa de vida, pode entender a urgência deste tipo de unidade de saúde em Santos, já autorizado pela Lei no. 2.307, de 07 de março de 2005.

Segundo Constantino, a criação do Banco de Sangue Municipal de Cordão Umbilical atende solicitação do Ministério da Saúde que, em 2004, lançou rede pública de bancos de armazenamento deste sangue e placenta, o Brasilcord, para atendimento de pacientes que necessitam de células-tronco e que aguardam transplante de medula óssea, entre estes, os com leucemia, mieloma múltimo e linfoma.

“Estamos atentos e perseveramos em fazer de Santos, uma cidade referência também em Saúde, tão necessária quanto o pré-sal”, finaliza o parlamentar.

 

Para saber mais sobre os trabalhos apresentados por Manoel Constantino acesse:
www.manoelconstantino.com.br
ou o Portal da Câmara Municipal de Santos, link “Proposituras”, à esquerda:
www.camarasantos.sp.gov.br

e-mail: vereador@manoelconstantino.com.br
tel: (13) 3219-4164