Câmeras de segurança já operam na Avenida Pedro Lessa

Equipamento foi obtido através de emenda parlarmentar

Compartilhe!

Curtir

Quem passa pela Avenida Pedro Lessa já está sendo observado por câmeras de segurança. O equipamento, instalado no começo de julho, está conectado ao Sistema Integrado de Monitoramento (SIM) da prefeitura e auxiliará na identificação de crimes e ocorrências. As três câmeras, blindadas e de boa captação noturna, operam 24 horas e estão localizadas nas esquinas com a Av. Senador Dantas, canal 5 e Rua Lacerda Franco. Elas possuem capacidade de rotação de até 800 metros de zoom, incluindo raio de 1.600 metros.

O monitoramento permitirá também melhor controle do trânsito pela CET e mais rapidez de atuação em casos de acidentes, congestionamentos e outras ocorrências. A operação das câmeras é compartilhada entre Administração Municipal, CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e polícias Civil e Militar.

Cada equipamento custou R$ 40 mil e foram adquiridos através de emenda parlamentar do vereador Sadao Nakai (PSDB). “A criação de dotações orçamentárias para cada vereador incluir melhorias na cidade, através da Lei Orçamentária Anual (LOA), foi um grande avanço para Santos. Graças a ela, a cidade tem a oportunidade de se desenvolver mais rapidamente, com a liberação de recursos”, afirmou o prefeito João Paulo Tavares Papa, ao anunciar a instalação de várias câmeras nas Cidade, em setembro do ano passado.

Histórico 

O vereador Sadao Nakai se reuniu, em setembro de 2009, com os comerciantes da Avenida Pedro Lessa e o Cel. Armando Bezerra Leite, no 6º BPMI, para denunciar os constantes arrombamentos e furtos que estes conjuntos comerciais vêm sofrendo nos finais de semana.

Segundo o grupo de comerciantes, os assaltos têm ocorrido de madrugada, o que dificulta a identificação dos marginais. “Agendamos esta reunião com o Cel. Armando, a pedido destes comerciantes, que não têm conseguido trabalhar com tranquilidade, além de sofrerem prejuízos com a perda de mercadorias”, disse Nakai.

Bezerra Leite se prontificou a verificar as ocorrências, mas ressaltou a importância do boletim de ocorrência. “Nosso sistema, hoje, é totalmente computadorizado. Avaliamos qual setor da Cidade está tendo mais crimes através do boletim de ocorrência, que gera automaticamente um processo no meu computador. A partir destes dados, tomamos a medida necessária. No caso destes comerciantes, não foi feita nenhuma ocorrência, por isso não identificamos o problema”, afirmou Bezerra Leite.

Ainda de acordo com o Cel. Armando, o furto (onde não há contato físico, nem a abordagem da vítima) leva uma vantagem aos demais tipos de crime, pois é o único que pode ser feito apenas com um Registro Digital de Ocorrência (RDO). “Para o cidadão que foi furtado, não há a necessidade de se dirigir a um DP, basta fazer um RDO pela internet”. O endereço para a efetuação do RDO é www.ssp.sp.gov.br.

Em 2010, Nakai destinou toda cota (R$ 180mil) para a instalação de câmeras no Gonzaga e na Avenida Pedro Lessa, através da Lei Orçamentária Anual (LOA).

 

Daniel Nakajima - assessoria de imprensa
site: www.sadaonakai.com.br
e-mail: sadaonakai@camarasantos.sp.gov.br
Tel: 9785-4904 / 7811-4708 / ID: 96-54818