Rede Corporativa
, 17 de junho de 2021.
11/06/2021
Perfil - Ademir Pestana
Organizações Sociais têm indicadores desejáveis


A Câmara realizou na manhã do dia 09/06, audiência pública para Prestação de Contas do contrato de gestão firmado com as Organizações Sociais de Saúde (OSS) que prestam serviços no município: Fundação ABC, Instituto Oswaldo Cruz, Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), Pró-Saúde USC-Saúde e Centro de Reabilitação e Estimulação do Neurodesenvolvimento (CREN). As contas referem-se ao primeiro quadrimestre de 2021 e foram apresentadas pelo secretário adjunto da Secretaria Municipal de Saúde, Denis Valejo.
 
 
 
A audiência que aconteceu no Plenário Oswaldo De Rosis e foi conduzida pelo vereador e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento (CFO) do legislativo, Ademir Pestana (PSDB). O secretário explicou que uma comissão multidisciplinar formada por profissionais de saúde, advogados e administradores faz uma fiscalização quanto aos indicadores de desempenho das OSs. Caso não atinja a pontuação desejada que é de no mínimo 70%, há um desconto no valor do repasse. Segundo o secretário, as OS têm atingido os indicadores à níveis desejáveis.
 
 
No balanço apresentado, Vallejo disse que desde o mês março do ano passado, quando começou a pandemia, não faltaram leitos hospitalares para a Covid-19. “Desde então, temos buscado inovação para a abertura de novos leitos”, garantiu.
 
 
A UPA Central é uma das unidades onde há mais procura por atendimento, recebendo munícipes de outras cidades da região. O secretário explicou que muitas pessoas não declaram o endereço de origem por medo de não receberem atendimento.
 
 
O demonstrativo financeiro da UPA Central aponta que os repasses de fonte federal e municipal no período de janeiro a abril deste ano, somaram aproximadamente de R$ 7.800.000,00 milhões de reais. Para o atendimento de leitos com pacientes com Covid-19 foram gastos R$2.267.153,82. Na segunda onda da pandemia, o secretário observa que jovens passaram a ocupar mais leitos.
 
 
O vereador Carlos Teixeira Filho (PSDB), um dos que estavam presentes à audiência no plenário disse que as Organizações Sociais realizam um excelente trabalho. “As OSS foram uma decisão acertada desta Casa e também do ex-prefeito Paulo Alexandre Barbosa.”
 
 
“Por mais que a gente faça pela saúde é sempre pouco, mas ainda assim é preciso fazer mais. É uma preocupação constante”, disse o vereador Ademir Pestana. Também ressaltou que as OSS foram muito criticadas, mas estão cumprindo um importante papel no município. Por fim, o presidente da CFO, agradeceu e elogiou o desempenho e o trabalho técnico da equipe da Secretaria de Saúde.


Atalhos da página

Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, nº 1 - Vila Nova - Santos/SP

CEP: 11013-360
Telefone: (13) 3211- 4100

Horário de funcionamento: segunda a sexta - das 8h às 18h

Sessões: terças e quintas, a partir das 18h
 

 
Rede Corporativa e-Solution Backsite