Guarda-volume para clientes é obrigatório nas agências

Lei completa seis anos

Compartilhe!

Curtir
A prefeitura de Santos multou, recentemente, duas agências bancárias por descumprirem a lei. A Lei 608/2007, de autoria do vereador Ademir Pestana (PSDB), trata da obrigatoriedade das agências manterem guarda-volumes. A agência do Bradesco recebeu auto de infração no valor de R$ 1.364,80 por não cumprir a exigência.

Já uma agência do Santander recebeu auto de infração no valor de R$ 5.275,00 por não ter cumprido a lei que estipula o atendimento a clientes em um prazo de até 15 minutos. Também de iniciativa de Ademir Pestana.

A lei que trata do guarda-volumes completou seis anos, mas na prática, ainda não foi cumprida por muitas agências bancárias. “Sabemos que os bancos brasileiros investem anualmente, bilhões de reais em sistemas de segurança física e eletrônica para garantir a tranquilidade de seus clientes e colaboradores”, disse Ademir Pestana.

Mas, nem todas estas medidas conseguiram poupar munícipes de constrangimentos e vexames à porta dos bancos com detectores de metal. Muitos precisam expor pertences e objetos pessoais à averiguação pública, ocasionando aborrecimentos desnecessários e morosidade no atendimento bancário.

Ano passado, o parlamentar apresentou requerimento solicitando à Federação Brasileira de Bancos (Febraban), entidade representativa do setor bancário, que dê publicidade e zele pelo fiel cumprimento desta lei, garantindo que os clientes possam ser tratados com dignidade e respeito.

Assessoria do vereador Ademir Pestana
13 3211.4178
ademirpestana@camarasantos.sp.gov.br

Álbum de Fotos