Empresa tira o sossego de moradores do Macuco

Requerimento apresentado na Câmara cobra providências da Prefeitura

Compartilhe!

Curtir

O vereador Benedito Furtado (PSB) denunciou na sessão do dia 17/09, problemas de poluição sonora durante o período noturno, causados pela intensa movimentação de contêineres pela  empresa Eudmarco S/A,  no Macuco.

A vizinhança,  assim como a Associação Comunitária do Bairro do Macuco,  também se queixam do empilhamento irregular de contêineres junto aos muros da empresa, gerando insegurança para pessoas e veículos que transitam pela rua Padre Anchieta.

Segundo o vereador, nenhum dos trabalhos  apresentados na Câmara cobrando fiscalização da Prefeitura em relação aos problemas apontados recebeu qualquer resposta oficial  (indicações números  1365/2011, 1894/2011, 2255/2011 e 1416/2012).

Conforme Furtado, recentemente ele recebeu mensagem via e-mail de um munícipe desesperado pela falta de sossego e desrespeito ao cidadão num bairro residencial. O munícipe Carlo Magenta Cunha resume o problema em dois pontos: o barulho insuportável das máquinas, caminhões e choque entre contêineres, varando a madrugada (pelo menos até 1h30 da manhã) e os possíveis danos causados às edificações da região, devido à trepidação, em razão do  choque dos equipamentos e movimentação de máquinas pesadas.

Já foram feitos boletins de ocorrência assim como queixas na Ouvidoria da Prefeitura por parte de moradores e  das entidades  de bairro do Macuco,  além de contatos diretos com a empresa, no entanto, nada é resolvido, segundo os moradores. O munícipe Carlo Magenta Cunha desabafa ¨no momento sinto-me órfão, sem ter a quem recorrer e sem poder de ação contra tal empresa”. Ele relata que vários vizinhos estão com acompanhamento médico, sobretudo os que precisam acordar cedo e não conseguem ter uma noite completa de sono.

Ele também faz um alerta em relação ao contrassenso do poder público:  “enquanto a Eudmarco continua operando em uma área urbana, molestando o sossego dos moradores e causando possíveis danos estruturais nas residências, a Prefeitura autoriza a construção de novos edifícios ao redor. A trepidação poderá afetar as estruturas dessas construções, sem contar os danos à saúde de centenas de futuros  novos moradores desse bairro. Ao que tudo indica não houve estudo de impacto ambiental”.

O vereador Benedito Furtado encaminhou Requerimento ao Executivo solicitando as seguintes informações: que medidas foram tomadas pela Prefeitura contra a empresa Eudmarco S/A (Av. Senador Dantas, 206)  no Macuco, em relação à poluição sonora no período noturno e durante a madrugada, em razão da intensa movimentação de contêineres e máquinas pesadas em horários inadequados? A construção de novos edifícios no entorno da Eudmarco, mereceu estudo de impacto ambiental prévio em relação à qualidade de vida dos futuros moradores desses empreendimentos imobiliários, em razão dos abusos cometidos pela empresa portuária? Ele quer saber ainda se as denúncias envolvendo o empilhamento irregular de contêineres, com pirâmides de até cinco equipamentos, próximos aos muros da empresa, na rua Padre Anchieta, têm merecido atenção dos órgãos de fiscalização da Prefeitura.

 

Assessoria 3211.4133

Gabinete Vereador Benedito Furtado