Embarque de cargas vivas suspenso

Furtado encaminhou requerimento ao Ministério Público

Compartilhe!

2 curtiram
O embarque de bois pelo Porto de Santos está suspenso. A informação foi divulgada pelo deputado federal Ricardo Izar (PP), na página dele, no facebook, em nota encaminhada pelo Diretor de operações Logísticas da Codesp, Carlos Henrique Poço.

O vereador Benedito Furtado (PSB), presidente da Frente Parlamentar Regional Para o Bem-Estar Animal, já havia encaminhado para o Ministério Público, em sessão ordinária realizada no dia 11 de dezembro, requerimento solicitando a imediata suspensão deste tipo de embarque, que não ocorria no cais santista há aproximadamente 20 anos.

Um protesto e o recolhimento de um abaixo-assinado contra este tipo de embarque será realizado no próximo sábado (13/02), às 14 horas, em frente ao shopping Balneário.

"Na realidade esta é uma luta que vai além da presente suspensão. Precisamos saber se é definitiva e, se será estendida aos demais portos brasileiros. É importante e vital destacar a participação das entidades Codevida, Ong Dva, Ong Viva Bicho, Mapan Protetores de Animais, Movimento Amor Sem Fronteiras, Meabs e Vox Vegan, além de vários segmentos da sociedade que se mobilizaram em defesa desta justa luta. Parabéns a todos", afirma o parlamentar.

Cargas Vivas

Em dezembro do ano passado, cerca de 27 mil filhotes de bois foram embarcados para a Turquia em um navio de 12 andares, chamado "Nada", considerado o maior voltado ao transporte de animais vivos.

A operação para o transporte destes animais foi repleta de requintes de crueldade. Os bois foram distribuídos em 300 caminhões, que percorreram aproximadamente 600 km de Altinópolis e Sabino, cidades localizadas no interior de São Paulo, até o cais santista. Antes disso, porém, estes animais foram transportados do sul do país ao interior paulista, quando ficaram, então, em quarentena, em condições insalubres, para que a próxima viagem de caminhão pudesse ser iniciada.

Os bois enfrentaram quase 6 mil milhas náuticas até chegarem no Porto de Iskenderun, na Turquia. Isso equivale a cerca de 11 mil km. Dentro dos veículos superlotados, os animais foram impedidos de um repouso adequado devido à falta de espaço, além de não receberam alimentação em quantidade satisfatória.



Assessoria parlamentar:

Tel: 3211-4173 / imprensafurtado@gmail.com

Facebook: Ver Benedito Furtado de Andrade

Álbum de Fotos