Rede Corporativa
, 17 de junho de 2021.
03/06/2021
Perfil - Adilson dos Santos Júnior
Atividade dos catraieiros poderá ser considerada Patrimônio Imaterial
 

A Câmara de Santos aprovou por unanimidade requerimento de ofício ao IPHAN – Instituto Histórico e Artístico Nacional, solicitando o início de procedimentos com vistas a declarar a atividade dos catraieiros como Patrimônio Imaterial da Baixada Santista.

As catraias fazem parte da rotina da nossa região há quase 100 anos, transportando atualmente, cerca de 14 mil pessoas por dia entre Santos e Guarujá. A saga dos catraieiros começou na década de 30, quando a travessia do Canal do Estuário era feita por pequenos barcos a remo com capacidade para apenas quatro passageiros. Originalmente executado por migrantes nordestinos, o serviço atravessou gerações, se transformando num exemplo positivo de cooperativismo. Em 1952 foi fundada a Associação dos Catraieiros que contribuiu de forma fundamental na evolução econômica e social de Vicente de Carvalho.

Autor da propositura, o vereador Adilson Junior (PP) justifica que ao longo de toda sua história, catraieiros foram responsáveis por melhorar a vida de toda a população de Vicente de Carvalho, muitos foram responsáveis por transportar as grávidas para Santos quando a região ainda não tinha maternidades, inclusive, atuaram em dois acidentes, salvando as vidas dos tripulantes do cargueiro Ais Giorgis, em 1974 e novamente em 2004, após o naufrágio do pesqueiro Marcelo Bremen.

No cenário jurídico nacional, o Decreto n°.3.551/2000 instituiu o registro de bens culturais de natureza imaterial que constituem patrimônio cultural brasileiro, criando o Programa Nacional do Patrimônio Imaterial, viabilizando a efetiva proteção administrativa dos bens culturais intangíveis que se relacionam à identidade e a ação de grupos sociais.

O Registro nada mais é do que a identificação e produção de conhecimento sobre o bem cultural pelos meios técnicos mais adequados e amplamente acessíveis ao público, permitindo a continuidade dessa forma de patrimônio.

Patrimônio cultural imaterial é uma concepção que abrange as expressões culturais e as tradições que um grupo de indivíduos preserva em homenagem à sua ancestralidade, para as gerações futuras. Grupo esse como o dos catraieiros, que seguem no ofício que muitas vezes lhes foi passado com orgulho pelos pais, e por isso deve ser preservado, afirma Adilson Junior.


Atalhos da página

Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, nº 1 - Vila Nova - Santos/SP

CEP: 11013-360
Telefone: (13) 3211- 4100

Horário de funcionamento: segunda a sexta - das 8h às 18h

Sessões: terças e quintas, a partir das 18h
 

 
Rede Corporativa e-Solution Backsite