Nos seletivos, motoristas também acumulam funções

Usuários do transporte relataram problemas

Compartilhe!

1 curtiu

Imagine um motorista de ônibus com tripla função. Esta situação foi relatada ao vereador Douglas Gonçalves (DEM) por moradores de Santos nas redes sociais. Segundo usuários de seletivos na cidade, além de dirigir e cobrar as passagens, os funcionários realizam depósitos bancários para a empresa durante o expediente de trabalho.

“Fiquei surpreso com o que me foi passado. Com medo de assaltos e por consequência descontos nos salários, os motoristas deixam os veículos estacionados com passageiros embarcados e vão ao banco. Motorista, cobrador e office-boy. E a segurança das pessoas que utilizam os coletivos?”, questionou o líder do DEM na Câmara de Santos.

Douglas Gonçalves perguntou, via plenário, se a Prefeitura tem estudos para o fim do acúmulo de funções também nos ônibus seletivos do município. “Se vamos viver um novo momento no transporte coletivo de Santos, que tenhamos tudo no lugar sem riscos aos usuários”, destacou o vereador.

Assessoria de Comunicação do vereador Douglas Gonçalves
(13) 3211-4100 ramal 4293